A A A
Alunos criam ponto de alimentação para cães de rua em Medianeira, no PR PDF Imprimir E-mail
Noticias - ANIMAIS - BRASIL
10-Mai-2016
 
Projeto AlimentaCão inclui local de descanso com wi-fi para a comunidade.
Iniciativa prevê ainda conscientização e castração de animais abandonados.


Fabiula Wurmeister - Do G1 PR

Alimentador em formato de osso de madeira instalado em frente ao campus da UTFPR em Medianeira (PR) abriga ração e água e serve de ponto de descanso (Foto: AlimentaCão / Divulgação)


Estudantes da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) em Medianeira, no oeste do Paraná, começaram a implantar em abril um projeto para a alimentação e castração de animais de rua. O alimentador em formato de osso de madeira tem espaço para ração e água e serve como ponto de descanso com wi-fi para a comunidade.

A estrutura – única por enquanto – está instalada em frente ao campus e tem como objetivo maior diminuir a circulação de cães de rua pelos espaços internos da universidade. A inspiração para o projeto vem de exemplos aplicados na Colômbia e na Turquia, com uma diferença considerada importante no design e na funcionalidade que oferece.

“Nestes outros países, os alimentadores parecem apenas um caixa eletrônico. Já aqui, ele tem a proposta de ser um local atraente onde as pessoas também podem ficar à vontade, com acesso à internet, e até interagir com os cães, que não precisam ser necessariamente de rua, mas qualquer um, inclusive os acompanhados dos seus donos”, explica um dos coordenadores do AlimentaCão, Étore de Larmelina, aluno do curso de Engenharia de Produção.

A ideia contagiou outras pessoas e o grupo de seis voluntários iniciais já conta com mais quatro. As tarefas de repor a água e a ração duas vezes por dia e de fazer a limpeza diária e semanal do local é dividida entre eles, assim como o trabalho de conscientização na universidade e nas escolas municipais, que começa na próxima semana.

“É muito comum as pessoas alimentarem estes animais por aqui, o que faz a população de cães crescer muito. Este é um problema sanitário, que pretendemos amenizar também com a castração dos cachorros”, comenta. “Ter um animal de estimação não é apenas dar comida e ao mesmo tempo deixar a porta aberta para que ele fique por aí. É preciso mais, e principalmente responsabilidade”, aponta o estudante.

A esterilização será feita em parceria com os veterinários da cidade. Novas contribuições, observa Étore, poderão espalhar os alimentadores por vários pontos da cidade. “Esperamos que a ideia possa ser replicada em outros lugares”, projeta o idealizador ao garantir que a iniciativa tem um custo considerado baixo, porém sem revelá-lo. Mais informações sobre o AlimentaCão podem ser obtidas pela internet.


Local com ração, água e acesso a internet também atrai animais e seus donos (Foto: AlimentaCão / Divulgação)

 
< Anterior   Próximo >

Gostou? Compartilhe em sua rede social.

Escolha o Idioma

Veja também

Nossas Lutas
Aconteceu
Utilidade
Direito Animal
Cyberativismo
Textos
Fatos Reais
Websites e Blogs
Curiosidades
Galeria

Anunciantes

J_Adore_Mes_Amis_Le_Bidou
 
 
Roberto Roperto - Pizzas Vegetarianas
Nova pagina 1

Mantenha-se atualizado

Escolha como deseja se comunicar conosco ou receber as nossas notícias e informações. Estamos no Facebook, pode ser também pelo RSS FEED clicando ao lado direito, pelo TWITTER, no nosso BLOG ou então pelo nosso Grupo no YAHOO. Quer assistir alguns vídeos interessantes, acesse o nosso Canal no YouTube. Não será por falta de opções que você ficará desinformado. Não é mesmo?

Direitos Reservados - Tribuna Animal