A A A
Ativistas invadem PUC e filmam testes em animais PDF Imprimir E-mail
Noticias - ANIMAIS - BRASIL
24-Out-2013
iG Paulista - 24/10/2013 - 19h27 |
Patrícia Azevedo
Porcos são utilizados em laboratório da Faculdade de Medicina da PUC-Campinas - Foto: Reprodução
Porcos são utilizados em laboratório da Faculdade de Medicina da PUC-Campinas - Foto: Reprodução
Um grupo de ativistas da Compaixão Informação e Atitude Animal (C.I.A.) invadiu o laboratório de Técnica Operatória e Cirurgia Experimental da Faculdade de Medicina da PUC-Campinas na manhã de quarta-feira (24) para mostrar o uso de animais em aulas do curso de Medicina. Munido com uma filmadora, o grupo registrou o uso de porcos vivos em uma aula que reproduz o ambiente cirúrgico para práticas médicas, como a traqueostomia.

O presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Animais, Flavio Lamas, explica que a intenção do grupo era mostrar que, na avaliação dos ativistas da causa animal, a prática poderia ser substituída por filmagens ou outros mecanismos de simulação, evitando, assim, a morte de mais animais. “Os ativistas entraram no laboratório e filmaram que estavam sendo utilizados cinco porcos para fazer traqueostomia. A intenção é mostrar nas redes sociais que o uso de animais nesse caso é indevido. Não precisa utilizar da maneira que estão fazendo”, afirma Lamas.

Segundo ele, as aulas poderiam usar vídeos e simuladores para treinar os estudantes. “Fazendo analogia o cara que é piloto de avião usa simulador e depois de muito treinamento vai para o avião. A proposta é fazer o mesmo para a Medicina. A ação é para mostrar que há possibilidade de reduzir o uso de animais”, completa Lamas.

O professor da Faculdade de Medicina e diretor adjunto do Centro de Ciências da Vida da PUC-Campinas, José Gonzaga de Camargo, diz que o uso é imprescindível para que o profissional saia do curso apto a reproduzir o procedimento em pacientes. O mesmo porco é utilizado para várias modalidades da aula. Eles têm anatomia muita próxima do ser humano e é um animal permitido para esse tipo de aula”, afirma.

A traqueostomia é um procedimento cirúrgico usado para fazer o paciente voltar a respirar quando não pode ser entubado. Segundo Camargo, porcos são usados para estudo prático de vários tipos de procedimentos, como traqueostomia e laparotomia. O uso de animais nas aulas obedece às normas da Comissão de Ética e Uso de Animais.

Os porcos mostrados no vídeo gravado estão vivos e recebem anestesia geral como se fossem uma pessoa em um centro cirúrgico. Depois das aulas, os animais são sacrificados e descartados seguindo uma série de normas.

http://paulista.ig.com.br/ig_paulista/mais_noticias/
 

 
< Anterior   Próximo >

Gostou? Compartilhe em sua rede social.

Escolha o Idioma

Veja também

Nossas Lutas
Aconteceu
Utilidade
Direito Animal
Cyberativismo
Textos
Fatos Reais
Websites e Blogs
Curiosidades
Galeria

Anunciantes

J_Adore_Mes_Amis_Le_Bidou
 
 
Roberto Roperto - Pizzas Vegetarianas
Nova pagina 1

Mantenha-se atualizado

Escolha como deseja se comunicar conosco ou receber as nossas notícias e informações. Estamos no Facebook, pode ser também pelo RSS FEED clicando ao lado direito, pelo TWITTER, no nosso BLOG ou então pelo nosso Grupo no YAHOO. Quer assistir alguns vídeos interessantes, acesse o nosso Canal no YouTube. Não será por falta de opções que você ficará desinformado. Não é mesmo?

Direitos Reservados - Tribuna Animal