Curitiba ganha Guarda Municipal de Proteção Animal PDF Imprimir E-mail
Noticias - ANIMAIS - BRASIL
18-Fev-2013
Redação Bonde com PMC
Curitiba passou a contar, desde o último sábado (16), com a Guarda Municipal de Proteção Animal, estrutura que passa a atuar na proteção de animais e no combate aos maus tratos. São agentes da Guarda Municipal treinados e que irão trabalhar em conjunto com fiscais da Secretaria Municipal do Meio Ambiente sempre que houver denúncias de agressão ou descaso com animais domésticos, criadouros clandestinos e ainda em ações de educação e conscientização da população sobre posse responsável.

O médico veterinário Alexander Welker Biondo, diretor do Departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna da Secretaria do Meio Ambiente, explicou que as verificações de maus tratos já aconteciam, mas o reforço da Guarda Municipal mostra que isso será fortalecido a partir de agora.

O diretor da Guarda Municipal, Claudio Frederico Carvalho, disse que nos casos de denúncia em que a pessoa se mostrar resistente, a Guarda buscará o amparo da Delegacia de Meio Ambiente, da Polícia Civil. "São casos que precisam de uma ação rápida", afirmou.


Estrutura, lançada pelo prefeito no último sábado, irá apurar denúncias de agressão
Estrutura, lançada pelo prefeito no último sábado, irá apurar denúncias de agressão

Metas - Segundo Biondo, a Secretaria de Meio Ambiente tem três metas para este ano na área de proteção animal: o combate aos maus tratos, o incentivo às castrações de animais de rua e pertencentes a famílias carentes e o investimento em projetos educacionais, por meio de parcerias com escolas. "Vamos intensificar as fiscalizações para combater o comércio irregular de animais e fazer uma força-tarefa para colocar em dia a verificação das denúncias que recebemos e que hoje chegam perto de 200 casos", comentou.

Outro projeto que deve sair do papel em breve, afirmou Biondo, é o Hospital Veterinário Público, para facilitar o acesso à assistência veterinária, tanto de pessoas que não podem pagar por serviços particulares quanto para protetores que realizam trabalhos voluntários com animais de rua. "Não é necessário construir um hospital novo e contratar pessoal. Podemos fazer contratos com hospitais veterinários e clínicas, como já ocorre hoje no sistema de saúde. O animal que estiver precisando de atendimento será encaminhado para um destes serviços credenciados", esclareceu Biondo.

Denúncias de maus tratos a animais podem ser feitas pelo telefone 156, da Prefeitura, e 153, da Guarda Municipal. Pessoas interessadas em adotar um animal podem entrar em contato com a Rede de Proteção pelo telefone (41) 3350-8933.
 
 

 
< Anterior   Próximo >

Gostou? Compartilhe em sua rede social.

Participe da campanha. Clique aqui e adquira os adesivos. Cole em seu automóvel, moto, residência e cadernos. Mostre que os animais são importantes para você.

 Clique aqui e adquira o seu chaveiro "Gatos em Penca", assim você estará nos ajudando a continuar com a divulgação de notícias, realização de eventos e adoção de animais. 

  Proteção Animal - Eu Apoio

 

Escolha o Idioma

Veja também

Nossas Lutas
Aconteceu
Utilidade
Direito Animal
Cyberativismo
Textos
Fatos Reais
Websites e Blogs
Curiosidades
Galeria

Anunciantes

J_Adore_Mes_Amis_Le_Bidou
 
 
Roberto Roperto - Pizzas Vegetarianas
Nova pagina 1

Mantenha-se atualizado

Escolha como deseja se comunicar conosco ou receber as nossas notícias e informações. Estamos no Facebook, pode ser também pelo RSS FEED clicando ao lado direito, pelo TWITTER, através do BLOG ou então pelos nossos Grupo no YAHOO, Grupo Rede Bichos e Comunidade ORKUT. Quer assistir alguns vídeos interessantes, acesse o nosso Canal no YouTube. Não será por falta de opções que você ficará desinformado. Não é mesmo?

Direitos Reservados - Tribuna Animal