A A A
Duzentas pessoas poderão acompanhar audiência de idosa que agrediu cachorro a pauladas em Cachoeiro PDF Imprimir E-mail
Noticias - ANIMAIS - BRASIL
14-Ago-2016
 
Ela será ouvida pela Comissão de Maus Tratos da Assembleia Legislativa, na Câmara de Vereadores do município. A comissão é presidida pela deputada Janete de Sá

Folha Vitória   

O cachorro, agredido pela idosa, recebeu o nome de Carlos Ambrósio Foto: ​​Divulgação/PMCI


A idosa Cremilda da Silva Conceição, que espancou o próprio cachorro no bairro Boa Vista, em Cachoeiro de Itapemirim, vai prestar depoimento na Comissão Contra os Maus-Tratos de Animais da Assembleia Legislativa do Espírito Santo na próxima sexta-feira (19).

A comissão, presidida pela deputada Janete de Sá (PMN), que conta com o vice-presidente, o deputado Hércules Silveira (PMDB), um relator e outros três membros efetivos, tem 90 dias para desenvolver os trabalhos. “Será por ordem de chegada. Quando completarmos as 200 pessoas, as portas no plenário serão fechadas. Não queremos incitar a violência e nem fazer um linchamento público. Nosso objetivo é apurar se a idosa coloca em risco a segurança dos outros animais”, comenta a deputada.

O depoimento terá um esquema de segurança especial com detectores de metal na entrada e reforço no policiamento. “Ainda estamos definindo com a Polícia Militar como a idosa será conduzida até o plenário. Temos que garantir sua segurança e das pessoas que vão participar”, explica.

A denúncia contra a idosa foi oferecida à Comissão pela ONG Patas de Rua de Cachoeiro. Além de Cremilda, a presidente de outra ONG, a Acaci, Maria Márcia Liverani, será ouvida pela Comissão, por estar incitando a violência nas redes sociais e divulgando que o cachorro Ambrósio teria morrido e foi substituído por outro animal. O veterinário que cuida do cachorro, Marcos Lesqueves também será ouvido pela Comissão.

Ambrósio

O cachorro segue internado em uma clínica particular de Cachoeiro. Ele já está caminhando mais firme e teve uma melhora no equilíbrio, apesar de ainda cambalear um pouco. O olho parou de sangrar e está cicatrizando bem. Ambrósio ainda continua o tratamento para doença do carrapato, e de um modo geral, está bem.

O Centro de Controle de Zoonoses de Cachoeiro de Itapemirim solicitou uma autorização judicial junto do Ministério Público (MP) para disponibilizar para adoção o cachorro Ambrósio, e ainda aguarda a resposta do órgão. Ambrósio ainda segue sem previsão de alta.
 
< Anterior   Próximo >

Gostou? Compartilhe em sua rede social.

Escolha o Idioma

Veja também

Nossas Lutas
Aconteceu
Utilidade
Direito Animal
Cyberativismo
Textos
Fatos Reais
Websites e Blogs
Curiosidades
Galeria

Anunciantes

J_Adore_Mes_Amis_Le_Bidou
 
 
Roberto Roperto - Pizzas Vegetarianas
Nova pagina 1

Mantenha-se atualizado

Escolha como deseja se comunicar conosco ou receber as nossas notícias e informações. Estamos no Facebook, pode ser também pelo RSS FEED clicando ao lado direito, pelo TWITTER, no nosso BLOG ou então pelo nosso Grupo no YAHOO. Quer assistir alguns vídeos interessantes, acesse o nosso Canal no YouTube. Não será por falta de opções que você ficará desinformado. Não é mesmo?

Direitos Reservados - Tribuna Animal