A A A
Leão Simba, agora Antuak já está em seu novo lar PDF Imprimir E-mail
Noticias - ANIMAIS - BRASIL
05-Set-2011
 
Leão recém-chegado é o centro das atenções no Rancho dos Gnomos - Foto: Reprodução/Blog da Fau
Leão recém-chegado é o centro das atenções no Rancho dos Gnomos
Foto: Reprodução/Blog da Fau
 
Vida nova, nome novo. O leão Simba que viveu por mais de 10 anos em um zoológico em Ivinhema, a 290 quilômetros da Capital, agora se chama Antuak e está bem acomodado no Rancho dos Gnomos, em Cotia, São Paulo.

O nome Antuak que quer dizer “energia transformadora” no dialeto Irdin, o leão recebeu assim que chegou ao seu novo lar na tarde de sábado, dia 3.

“Isso é praxe. Todos os animais que chegam aqui recebem novo nome, como forma de descaracterizar a antiga vida de exposição para deleite humano”, explica a fundadora do Rancho Silvia Pompeu.

Por enquanto, Antuak ficará em local provisório, numa espécie de quarentena, para fazer exames e avaliar seu estado de saúde.

Especialistas que receberam o leão na chegada ao Rancho perceberam que ele está acima do peso e bastante atrofiado.

O animal demonstrou dificuldades ao caminhar, o que pode ser sinal de problemas na coluna.

Porém, somente exames mais detalhados é que apontarão a que cuidados o leão será submetido.

Como todos os machos do rancho, o leão será esterilizado. Com isso, ele perderá a juba, importante em vida livre para impor respeito e chamar a atenção das fêmeas, mas desnecessária em um cativeiro.

A intenção é encaminhar Antuak para uma área grande que ele dividirá com outras duas leoas, Hera e Biná, de 17 anos.

Contudo, a decisão só será tomada após os exames. Antuak tem que estar livre de doenças para conviver com os demais.

“Se ele passar nos exames, ainda nos restará observar a parte comportamental. Pode ser que ele e as meninas [leoas fêmeas Hera e Biná] não se entendam. O comportamento do leão é que vai nos dizer onde ele deve ficar”, explica Silvia.

Antuak estava em um recinto totalmente cercado por muros, o único contato que tinha era com seu tratador. Há notícias de que o tratador tenha chorado na partida do leão.

Em desde 2006, o zoológico de Ivinhema, onde Simba morava, foi interditado por não ter condições de segurança, saúde e higiene, tanto para os freqüentadores quanto para os animais.

O leão não precisou ser sedado para a viagem e ainda foi monitorado por câmeras.

Aos 12 anos de idade, Antuak é considerado um leão jovem para os padrões do cativeiro.

Em vida livre, os leões vivem em média 15 anos, mas no cativeiro podem viver 30 anos.

“É que aqui ele não precisa brigar com outros animais pela sobrevivência e terá toda assistência que precisa”, resume Silvia
Antuak é o segundo leão resgatado em Mato Grosso do Sul pelo Rancho dos Gnomos. O primeiro foi Alex em julho de 2009. O animal havia sido retirado de um circo por maus tratos.

Fonte: Valdelice Bonifácio - Capital News
 

http://www.capitalnews.com.br/ver_not.php?id=218800&ed=Geral&cat=Geral

 
< Anterior   Próximo >

Gostou? Compartilhe em sua rede social.

Escolha o Idioma

Veja também

Nossas Lutas
Aconteceu
Utilidade
Direito Animal
Cyberativismo
Textos
Fatos Reais
Websites e Blogs
Curiosidades
Galeria

Anunciantes

J_Adore_Mes_Amis_Le_Bidou
 
 
Roberto Roperto - Pizzas Vegetarianas
Nova pagina 1

Mantenha-se atualizado

Escolha como deseja se comunicar conosco ou receber as nossas notícias e informações. Estamos no Facebook, pode ser também pelo RSS FEED clicando ao lado direito, pelo TWITTER, no nosso BLOG ou então pelo nosso Grupo no YAHOO. Quer assistir alguns vídeos interessantes, acesse o nosso Canal no YouTube. Não será por falta de opções que você ficará desinformado. Não é mesmo?

Direitos Reservados - Tribuna Animal