A A A
Morador acha família de pica-paus e desiste de derrubar árvore em MT PDF Imprimir E-mail
Noticias - ANIMAIS - BRASIL
28-Ago-2013
 
Ave fez ninho dentro de tronco em árvore no quintal de morador.
Internauta registrou ninho até o nascimento dos filhotes.

Weber Damasceno - Internauta, Nobres, MT
Pica-pau foi encontrado no quintal da casa de agricultor, em Nobres. (Foto: Weber Damasceno/ VC no G1)
Pica-pau foi encontrado no quintal da casa de agricultor, em Nobres. (Foto: Weber Damasceno/ VC no G1)

O agricultor Weber Damasceno encontrou uma família de pica-paus alojada no tronco de uma árvore, no quintal da casa dele, no Distrito Vila Bom Jardim, na cidade de Nobres, a 151 quilômetros de Cuiabá. Weber acompanhou a 'gestação' do pássaro desde julho e fotografou quase todos os dias a rotina do pica-pau e seus filhotes.

Nobres é conhecida por ser um dos pontos turísticos mais belos de Mato Grosso. A região abriga trilhas ecológicas, cachoeiras e constante prática de flutuação em rios. A casa de Weber fica nessa região. Ele diz que já tinha encontrado as aves perto da casa dele, mas por acaso encontrou os ovos no interior do tronco, no final do mês de julho. Um dos pica-paus se aproximou da residência.


Árvore fica no quintal da casa de Weber, em Nobres. (Foto: Weber Damasceno/ VC no G1)
Árvore fica no quintal da casa de Weber, em Nobres. (Foto: Weber Damasceno/ VC no G1)

“Eu pretendia retirar essa árvore. Fiz as fotografias durante vários dias e acompanhei o processo até que os filhotes nasceram na semana passada”, contou. Weber mora com a esposa, que está grávida. A árvore foi plantada pelo tio da esposa dele. Ele relata que já encontrou outros tipos de aves, como araras, tucanos e papagaios, mas foi a primeira vez que se deparou com pica-pau. O casal fez mais de 30 fotos durante o período que os pássaros ficaram no quintal da casa dele.
“Só tinha visto pica-paus na televisão ou em desenhos. Achamos que eram três filhotes no começo, mas depois apenas dois ficaram no ninho. Não sei se ele morreu ou foi tirado de lá. Eles já saíram do ninho e foram embora”, completou o agricultor.


Agricultor encontrou ovos e acompanhou crescimento de filhotes. (Foto: Weber Damasceno/ VC no G1)
Agricultor encontrou ovos e acompanhou crescimento de filhotes. (Foto: Weber Damasceno/ VC no G1)

Nota da Redação


O biólogo Felipe Franco diz que a aproximação dos animais em áreas urbanas é comum. Para ele, a quantidade de bichos encontrada nas cidades é somada ao fato de Mato Grosso abrigar o Pantanal, região com inúmeras espécies de animais.
"Na verdade a cidade acabou se instalando em uma área de cerrado. A partir do momento que a cidade se instala, o bicho continua na região. Os animais estão relativamente adaptados por causa da ocupação humana", pontuou.

A orientação do biólogo é que as pessoas que encontrarem animais machucados chamem profissionais especializados ou órgãos competentes, como o Corpo de Bombeiros, veterinários ou biólogos. "Se o animal estiver machucado é questão de pedir ajuda. Mas se não estiver, ele vai embora sozinho", completou Franco.
 
< Anterior   Próximo >

Gostou? Compartilhe em sua rede social.

Escolha o Idioma

Veja também

Nossas Lutas
Aconteceu
Utilidade
Direito Animal
Cyberativismo
Textos
Fatos Reais
Websites e Blogs
Curiosidades
Galeria

Anunciantes

J_Adore_Mes_Amis_Le_Bidou
 
 
Roberto Roperto - Pizzas Vegetarianas
Nova pagina 1

Mantenha-se atualizado

Escolha como deseja se comunicar conosco ou receber as nossas notícias e informações. Estamos no Facebook, pode ser também pelo RSS FEED clicando ao lado direito, pelo TWITTER, no nosso BLOG ou então pelo nosso Grupo no YAHOO. Quer assistir alguns vídeos interessantes, acesse o nosso Canal no YouTube. Não será por falta de opções que você ficará desinformado. Não é mesmo?

Direitos Reservados - Tribuna Animal