A A A
Ninhos de tartaruga são monitorados por biólogos nas praias do Paulista em PE PDF Imprimir E-mail
Noticias - ANIMAIS - BRASIL
30-Jan-2015
 
Oito ninhos foram identificados nas praias de Maria Farinha e Enseadinha.
Local sempre recebe ovos nesta época, mas nunca havia sido monitorado.

Do G1 PE
 
Local natural de desova das tartarugas marinhas no Litoral Norte de Pernambuco, a orla da cidade do Paulista começou a ser monitorada por biólogos. O projeto foi implantado nas praias de Maria Farinha e Enseadinha com a intenção de identificar e preservar os ovos. No momento, oito ninhos estão sendo protegidos, como mostrou o Bom Dia Pernambuco desta sexta-feira (30).

Todos os ninhos estão cercados e identificados com placas que pedem a atenção dos banhistas. Dessa forma, pretende-se garantir que os futuros filhotes não sejam pisoteados. Um dos ninhos ainda precisou ser transportado para um local mais seguro. “A tartaruga colocou os ovos muito próximos da maré mais baixa, que molhou o ninho. Por isso, colocamos os ovos em um local mais seguro para não perdê-los”, explicou o diretor da unidade de conservação da cidade, Murilo Rocha.

Só este ninho tinha 193 ovos e os biólogos garantem que há pelo menos 100 em cada um dos outros ninhos. A equipe explica que os ovos são depositados sempre à noite no local onde as fêmeas nasceram e ficam ali por cerca de 45 dias. Nesta época, os filhotes saem dos ovos e seguem para o mar. “As tartarugas colocam os ovos no local onde nasceram. Por isso, o monitoramento desses locais é importante para a proteção das fêmeas e dos filhotes”, comentou a bióloga Iris Barreto.

A prefeitura ainda está realizando atividades educativas para conscientizar os banhistas, comerciantes e pescadores da praia sobre a necessidade de preservar os ovos. “Todos os envolvidos na conservação dos animais estão sendo treinados e a gente também está montando um grupo de voluntários para trabalhar especificamente na proteção dessas espécies”, afirma o secretário de meio ambiente Leslie Tavares.


Última eclosão de filhotes foi acompanhada por biólogos e banhistas (Foto: Divulgação / Prefeitura de Ipojuca)


Litoral Sul

No Litoral Sul do estado, Ipojuca também recebe muitas tartarugas e ovos nesta época do ano.

Desde o início do ano, já ocorreram duas eclosões de filhotes. Ao todo, 381 tartarugas nasceram em 26 dias na cidade. Os últimos 152 filhotes saíram dos ovos na segunda-feira (26) na praia de Merepe, que fica próxima a Porto de Galinhas. Os ninhos também são monitorados pelos biólogos da ONG Eco Associados e pela prefeitura. A última eclosão dos filhotes tornou-se até atração entre os banhistas da praia.
 
< Anterior   Próximo >

Gostou? Compartilhe em sua rede social.

Escolha o Idioma

Veja também

Nossas Lutas
Aconteceu
Utilidade
Direito Animal
Cyberativismo
Textos
Fatos Reais
Websites e Blogs
Curiosidades
Galeria

Anunciantes

J_Adore_Mes_Amis_Le_Bidou
 
 
Roberto Roperto - Pizzas Vegetarianas
Nova pagina 1

Mantenha-se atualizado

Escolha como deseja se comunicar conosco ou receber as nossas notícias e informações. Estamos no Facebook, pode ser também pelo RSS FEED clicando ao lado direito, pelo TWITTER, no nosso BLOG ou então pelo nosso Grupo no YAHOO. Quer assistir alguns vídeos interessantes, acesse o nosso Canal no YouTube. Não será por falta de opções que você ficará desinformado. Não é mesmo?

Direitos Reservados - Tribuna Animal