A A A
ONG que tira animais das ruas atua no limite da capacidade em Cuiabá PDF Imprimir E-mail
Noticias - ANIMAIS - BRASIL
30-Jan-2013
 
Muitos animais chegam à associação feridos, doentes e desnutridos.
Depois de triagem, cães e gatos são colocados à disposição para adoção.

Do G1 MT

Cães e gatos estão disponíveis para adoção em Cuiabá (Foto: Reprodução/TVCA)
Cães e gatos estão disponíveis para adoção em Cuiabá (Foto: Reprodução/TVCA)

Uma organização sem fins lucrativos que faz um trabalho de recolher animais abandonados das ruas de Cuiabá atua em seu limite de capacidade. Atualmente a Associação Voz Animal (AVA), que funciona por meio de doações, abriga 150 cães e gatos que estavam abandonados. Muitos deles estão à disposição para adoção.

De acordo com a presidente da AVA, Maria das Dores Gonçalves, muitos animais chegam à associação feridos, doentes e desnutridos. Antes de serem disponibilizados para adoção, os animais são levados para uma clínica veterinária particular para serem tratados. Só os que ficam totalmente sadios podem ir para um lar adotivo.

Quem tem interesse em adotar um cão ou gato deve ir até a unidade e escolher o animal. Após esse procedimento, uma equipe vai até a casa do interessado e, se as condições forem ideais, a pessoa volta à organização e leva o animal.

Abandono

A presidente da AVA alerta que uma medida simples poderia ajudar a resolver o problema da grande quantidade de animais abandonados nas ruas e avenidas da cidade. “O Centro de Controle de Zoonoses poderia ser um centro de castração para esses bichos porque a procriação dos animais é muito grande”, observou. A tesoureira da AVA, Sílvia Cavalcante, ressalta ainda as implicações a quem abandona animais. “Abandonar bicho na rua é crime sujeito à pena de detenção”.

De acordo com a coordenadora do CCZ, Alessandra Carvalho, o centro ainda não tem uma estrutura adequada para isso porque na época de sua construção não foi prevista a ação de castração de animais. “Foi previsto o atendimento à coletividade por conta das zoonoses incuráveis. Tanto é que o carro-chefe era a situação da raiva animal, que a gente tinha um descontrole total dentro do município”, disse Alessandra. Segundo ela, atualmente não há estrutura nem verba suficiente para realizar a castração de animais abandonados.

A representante do CCZ aponta que os animais soltos nas ruas são um risco de saúde para a comunidade e que o que se deve fazer é uma verificação e um trabalho de posse responsável desses animais. “Nós temos duas grandes universidades com curso de medicina veterinária implantado e a gente orienta a população para que procure essas unidades escolares e promova a castração desses animais”, informou.

O telefone de contato para quem deseja informações sobre a adoção de animais é (65) 9225-5000.
 
< Anterior   Próximo >

Gostou? Compartilhe em sua rede social.

Escolha o Idioma

Veja também

Nossas Lutas
Aconteceu
Utilidade
Direito Animal
Cyberativismo
Textos
Fatos Reais
Websites e Blogs
Curiosidades
Galeria

Anunciantes

J_Adore_Mes_Amis_Le_Bidou
 
 
Roberto Roperto - Pizzas Vegetarianas
Nova pagina 1

Mantenha-se atualizado

Escolha como deseja se comunicar conosco ou receber as nossas notícias e informações. Estamos no Facebook, pode ser também pelo RSS FEED clicando ao lado direito, pelo TWITTER, no nosso BLOG ou então pelo nosso Grupo no YAHOO. Quer assistir alguns vídeos interessantes, acesse o nosso Canal no YouTube. Não será por falta de opções que você ficará desinformado. Não é mesmo?

Direitos Reservados - Tribuna Animal