A A A
Queimadas em Rondônia colocam em risco animais e motoristas nas rodovias PDF Imprimir E-mail
Noticias - ANIMAIS - BRASIL
11-Ago-2016
 

Rondônia registrou nos 10 primeiros dias do mês de agosto 1.110 focos de incêndio ativos no estado, segundo dados do monitoramento de queimadas e incêndios do Instituto Nacional de Pequisas Espaciais (Inpe). Em julho, foram confirmados 969 focos de queimadas em todo o estado. Esse número elevado tem preocupado não somente a área de saúde de cada município, mas também a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que emitiu um alerta para os riscos de animais que saem do habitat natural e invadem as rodovias, provocando acidentes.

A capital Porto Velho tem sido um dos municípios com maior número de queimadas, tanto urbanas quanto rural. Em três dias, de 8 a 10 de agosto, a capital registrou 787 focos de incêndio, segundo dados do sistema do Núcleo de Pesquisa e Monitoramento do Ibama/Prevfogo, disponível na página oficial do Inpe. Esse sistema de monitoramento registra os focos de calor, mas não confirma a existência de todos. Em seguida vem Nova Mamoré, que foi flagrada pelo satélite de monitoramento com 456 focos de calor.

As queimadas tem causado inclusive a morte de animais. Segundo a PRF, durante patrulhamento diário nas rodovias foi constatado que animais como, capivara, macaco, tamanduás, cobras e até onças estão morrendo diariamente. Os animais costumam sair no período da noite para procurar alimentos e como a visibilidade é menor o risco pode aumentar. Para evitar mortes e acidentes os motoristas precisam redobrar sua atenção.

Dados da PRF, mostram que somente neste ano já foram registrados mais de 50 acidentes causados por animais na pista, deixando 29 feridos e dois mortos só no estado de Rondônia. Um deles foi de um motociclista que morreu após atingir uma capivara na BR-364, que já tinha sido atropelada por outro motorista na rodovia.

A dica, segundo os agentes rodoviários, é ficar atento, reduzir a velocidade e respeitar a sinalização. A polícia pede para os condutores que ao verificar a presença de animais soltos informem imediatamente a PRF. Aos proprietários que possuem propriedade à margem das rodovias, a PRF recomenda que realizem constantemente reparos nas cercas e esclarece que, em caso de acidentes, o proprietário deste animal poderá vir a responder pelo fato.
 
< Anterior   Próximo >

Gostou? Compartilhe em sua rede social.

Escolha o Idioma

Veja também

Nossas Lutas
Aconteceu
Utilidade
Direito Animal
Cyberativismo
Textos
Fatos Reais
Websites e Blogs
Curiosidades
Galeria

Anunciantes

J_Adore_Mes_Amis_Le_Bidou
 
 
Roberto Roperto - Pizzas Vegetarianas
Nova pagina 1

Mantenha-se atualizado

Escolha como deseja se comunicar conosco ou receber as nossas notícias e informações. Estamos no Facebook, pode ser também pelo RSS FEED clicando ao lado direito, pelo TWITTER, no nosso BLOG ou então pelo nosso Grupo no YAHOO. Quer assistir alguns vídeos interessantes, acesse o nosso Canal no YouTube. Não será por falta de opções que você ficará desinformado. Não é mesmo?

Direitos Reservados - Tribuna Animal