A A A
Sem palhaçada na hora de respeitar os animais PDF Imprimir E-mail
Noticias - ANIMAIS - BRASIL
29-Jul-2011
Agência BOM DIA
Circo montado em Rio Preto traz modelo ‘ecologicamente correto’ com animais falsos, feitos com fibra e em tamanho natural, para seguir lei que proíbe bichos de verdade no picadeiro, que ainda oferece números tradicionais com trapezistas e acrobatas


foto: Milena Aurea/Agência BOM DIA - O apresentador Guido Rangers, de 40 anos, ao lado do leão de mentirinha colocado na entrada do local onde o circo foi montado em Rio Preto
foto: Milena Aurea/Agência BOM DIA - O apresentador Guido Rangers, de 40 anos, ao lado do leão de mentirinha colocado na entrada do local onde o circo foi montado em Rio Preto
Para respeitar a lei que proíbe o uso de animais em apresentações circenses, o “Babilônia Circus”, montado em Rio Preto, encontrou uma forma inusitada de manter a apresentação ainda interessante.(sic)

Na entrada do circo, mais de 30 modelos de animais, em tamanho real feitos de fibra. Até os mais exóticos estão por lá, como camelos, alces, avestruz, leões e elefantes. Bicho de verdade mesmo no local, só Piririca, o cachorro que acompanha a trupe durante as viagens.

Para o apresentador do “maior espetáculo da terra”, Guido Rangers, 40 anos, as crianças ainda se impressionam com os bichos expostos na entrada, improvisada a céu aberto. “É interessante também por que há algumas crianças que não sabem como são esses animais e querem subir ou tirar fotos neles”, ri.

Ele conta que existiam muitos circos que maltratavam os animais usados e que a mudança foi boa. “Ainda há alguns que fazem escondidos, mas não pode”, ressalta Guido. O dinheiro que era investido nos mais é usado agora na produção do show. “Colocamos espelhos, iluminação e ainda escolhemos os melhores artistas de muitos circos”, diz.

O espetáculo conta com apresentações clássicas, como Globo da Morte, malabaristas, trapezistas, acrobatas, palhaços. Para Guido, que está na quinta geração de família circense e nasceu aprendendo as técnicas do arte circense, o circo nunca morre. “É a mais antiga de todas as artes.

Enquanto existir o sorriso das crianças, ele será eterno”, afirma. Um desses motivos, conta ele, é por não haver a malícia que existe em outras formas de arte, como no cinema e na televisão. “O pai sai cansado e traz toda a família. Chega aqui, ele também volta a ser criança.”

Serviço

Nos últimos dias da temporada em Rio Preto, o “Babilônia Circus” (que deixa a cidade no dia 6) está instalado em terreno na avenida José Munia, ao lado Walmart. Os dias de apresentações são, de quarta a sexta-feira, às 20h30. Aos sábados, em duas sessões: às 18h30 e às 20h30. Nos domingos e feriados, são três sessões: 16h30, 18h30 e 20h30. Mais informações pelo (11) 8498-5122.

80 funcionários trabalham no circo.
http://www.redebomdia.com.br/noticias/viva/61902/circo+instalado+na+cidade+traz+modelo+%91ecologicamente+correto%92+e+respeita+os+animais

 
< Anterior   Próximo >

Gostou? Compartilhe em sua rede social.

Escolha o Idioma

Veja também

Nossas Lutas
Aconteceu
Utilidade
Direito Animal
Cyberativismo
Textos
Fatos Reais
Websites e Blogs
Curiosidades
Galeria

Anunciantes

J_Adore_Mes_Amis_Le_Bidou
 
 
Roberto Roperto - Pizzas Vegetarianas
Nova pagina 1

Mantenha-se atualizado

Escolha como deseja se comunicar conosco ou receber as nossas notícias e informações. Estamos no Facebook, pode ser também pelo RSS FEED clicando ao lado direito, pelo TWITTER, no nosso BLOG ou então pelo nosso Grupo no YAHOO. Quer assistir alguns vídeos interessantes, acesse o nosso Canal no YouTube. Não será por falta de opções que você ficará desinformado. Não é mesmo?

Direitos Reservados - Tribuna Animal