A A A
Espanha: Touradas estão prestes a acabar na Catalunha PDF Imprimir E-mail
Noticias - ANIMAIS - MUNDO
22-Set-2011
 

Reuters    

Os fãs das touradas gritarão "olé" pela última vez na praça de touros Monumental, de Barcelona, no domingo, antes que a proibição ao esporte entre em vigor na região da Catalunha, no nordeste da Espanha.

A lei regional proibiu no ano passado a "tradição secular" (sic) - que coloca um matador armado com uma espada em trajes brilhantes e capa vermelha contra um touro em sofrimento -, depois que os catalães assinaram uma petição.*1

O setor das touradas ainda está convencido de que tem uma chance de derrubar a proibição e trazer na próxima temporada os "toros" de volta para a Catalunha, a única região da Espanha que proibiu o evento.

"Acho que os políticos vão pensar duas vezes sobre a proibição e a tourada vai continuar. E graças a Deus, porque a Catalunha tem muitos fãs de touradas e em um país democrático eles deveriam poder ir a uma tourada", disse Moisés Fraile, de 64 anos, proprietário do El Pilar, que fornecerá os touros para o espetáculo de domingo.

Cerca de 20.000 espectadores devem lotar o Monumental, a única praça de touros ainda em atividade na Catalunha. Os ingressos estão esgotados para a corrida de domingo, da qual tomará parte o matador madrilenho José Tomás, que se aposentou em 2002, mas faz raras aparições desde 2007.

"Há vários catalisadores que poderiam fazer com que a proibição fosse derrubada", disse Paco March, crítico de touradas do La Vanguardia, o principal jornal da Catalunha.

March diz que o conservador Partido Popular - uma das principais forças políticas da Espanha - está lutando contra a proibição, tomando como referência a Constituição, e a Federação das Touradas da Catalunha está coletando assinaturas para entrar com uma petição no Congresso espanhol.

Os problemas econômicos da Espanha também poderiam ser um fator decisivo, já que os governos regionais como o da Catalunha estão sob enorme pressão para reduzir gastos e ajudar o país a cortar seu déficit público, enquanto tentam se esquivar da crise da dívida da zona do euro.

Tais medidas de austeridade poderiam dificultar para o governo catalão pagar ao proprietário do Monumental, Pedro Balañá, vários milhões de euros pelo prédio.
*1 - Modificação de palavras do texto original por Tribuna Animal
 

 
< Anterior   Próximo >

Gostou? Compartilhe em sua rede social.

Escolha o Idioma

Veja também

Nossas Lutas
Aconteceu
Utilidade
Direito Animal
Cyberativismo
Textos
Fatos Reais
Websites e Blogs
Curiosidades
Galeria

Anunciantes

J_Adore_Mes_Amis_Le_Bidou
 
 
Roberto Roperto - Pizzas Vegetarianas
Nova pagina 1

Mantenha-se atualizado

Escolha como deseja se comunicar conosco ou receber as nossas notícias e informações. Estamos no Facebook, pode ser também pelo RSS FEED clicando ao lado direito, pelo TWITTER, no nosso BLOG ou então pelo nosso Grupo no YAHOO. Quer assistir alguns vídeos interessantes, acesse o nosso Canal no YouTube. Não será por falta de opções que você ficará desinformado. Não é mesmo?

Direitos Reservados - Tribuna Animal