A A A
Grupos de proteção serram chifres de rinocerontes para salvá-los de caçadores PDF Imprimir E-mail
Noticias - ANIMAIS - MUNDO
30-Out-2014
Por Redação Yahoo! Brasil
(Foto: Reuters)
(Foto: Reuters)


A caça ilegal de rinocerontes no continente africano levou grupos de proteção à espécie a adotarem uma medida drástica na tentativa de diminuir o número de mortes destes animais: serrar seus chifres.

A prática, inevitavelmente considerada brutal, vem se tornando a principal arma dos ambientalistas na luta pela preservação da espécie. De acordo com os especialistas, a ausência do chifre tira o interesse dos caçadores em abater o animal.

Quando capturam o animal, caçadores serram seu chifre desde sua base sem o menor cuidado com a ferida que permanece aberta. O espécime, desta forma, acaba morrendo em decorrência de infecções na região que se espalham pelo resto do corpo.

Já os grupos de preservação adotam práticas que, apesar de parecerem abusivas, não apresentam riscos à saúde do animal. Após sedar o rinoceronte, uma equipe de veterinários medem o chifre e procuram o ponto onde o corte no corno não traga dor ou desconforto ao animal.

O chifre do rinoceronte é comercializado ilegalmente para a Ásia, onde é visto como um produto medicinal. Além disso, curandeiros acreditam que o corno possui propriedades afrodisíacas, tornando seu preço no mercado negro altíssimo, extremamente lucrativo para contrabandistas. Estima-se que 1kg de chifre vale cerca de US$ 65 mil.

Em um vídeo publicado pela emissora ABTV, uma repórter acompanha a ação dos ambientalistas e explica como é realizado o procedimento cirúrgico no bicho. Veja abaixo.

 


 
< Anterior   Próximo >

Gostou? Compartilhe em sua rede social.

Escolha o Idioma

Veja também

Nossas Lutas
Aconteceu
Utilidade
Direito Animal
Cyberativismo
Textos
Fatos Reais
Websites e Blogs
Curiosidades
Galeria

Anunciantes

J_Adore_Mes_Amis_Le_Bidou
 
 
Roberto Roperto - Pizzas Vegetarianas
Nova pagina 1

Mantenha-se atualizado

Escolha como deseja se comunicar conosco ou receber as nossas notícias e informações. Estamos no Facebook, pode ser também pelo RSS FEED clicando ao lado direito, pelo TWITTER, no nosso BLOG ou então pelo nosso Grupo no YAHOO. Quer assistir alguns vídeos interessantes, acesse o nosso Canal no YouTube. Não será por falta de opções que você ficará desinformado. Não é mesmo?

Direitos Reservados - Tribuna Animal