A A A
Portugal. Opção vegetariana nas escolas não é mais cara nem mais difícil. PDF Imprimir E-mail
Noticias - ANIMAIS - MUNDO
03-Nov-2016
A dieta mediterrânica está bem e continua a recomendar-se, mas a partir de hoje a Direção Geral de Saúde disponibiliza um Manual de Refeições Vegetarianas para Crianças.


Foto: DR - FOTOGALERIA DO DIA


Dora Pires
O desejo dos pais esbarra muitas vezes nos argumentos das autarquias, que financiam as refeições, ou nas objeções das empresas, contratadas para fornecer refeições. Havia que esclarecer de uma vez.

"Durante uma semana substituímos por legumes, a carne e o peixe usados na confeção de pratos tradicionais portugueses.Tudo o resto era igual. E fizemos contas. Não há que enganar", explica à TSF Pedro Graça, o diretor do Plano Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável, da Direção Geral de Saúde. "São tão simples umas refeições como outras, só substituímos alguns ingredientes, e em muitos casos até ficou mais barato."

O Manual das Refeições Vegetarianas analisado pela jornalista Dora Pires
Uma preocupação foi garantir refeições equilibradas, com todos os nutrientes. Pedro Graça defende que também é simples, basta saber o valor nutricional de cada alimento. Pode ser necessário recorrer a alguns suplementos como ferro ou vitamina B2,mas em regra só quando as refeições não incluem laticínios nem ovos. "O mais importante é que haja acompanhamento de um profissional de saúde, um nutricionista".

O Manual agora dispinível no site da Direção Geral de Saúde (DGS.PT) , vai um pouco mais longe; às questões de saúde junta argumentos ambientais e económicos. Defende o uso de legumes nacionais, de preferência produzidos localmente, "é não só uma forma de criar emprego, de criar produtores locais, como representa menor impacto ambiental, por não exigir grandes viagens para transportar os alimentos", defende Pedro Graça.

Desta forma, afirma o diretor do Plano Nacional de Promoção da Alimentação Saudável, também é mais fácil contornar alguns problemas a que os vegetarianos não escapam: produtos processados, excesso de sal ou excesso de açucar, sal ou demasiada gordura, soja geneticamente manipulada vinda de outros continentes. "Sim, porque ser vegetariano não é necessariamente ser saudável".
 
 

 
< Anterior   Próximo >

Gostou? Compartilhe em sua rede social.

Escolha o Idioma

Veja também

Nossas Lutas
Aconteceu
Utilidade
Direito Animal
Cyberativismo
Textos
Fatos Reais
Websites e Blogs
Curiosidades
Galeria

Anunciantes

J_Adore_Mes_Amis_Le_Bidou
 
 
Roberto Roperto - Pizzas Vegetarianas
Nova pagina 1

Mantenha-se atualizado

Escolha como deseja se comunicar conosco ou receber as nossas notícias e informações. Estamos no Facebook, pode ser também pelo RSS FEED clicando ao lado direito, pelo TWITTER, no nosso BLOG ou então pelo nosso Grupo no YAHOO. Quer assistir alguns vídeos interessantes, acesse o nosso Canal no YouTube. Não será por falta de opções que você ficará desinformado. Não é mesmo?

Direitos Reservados - Tribuna Animal