A A A
Vulcão chileno causa a morte de 500 mil ovelhas na Argentina PDF Imprimir E-mail
Noticias - ANIMAIS - MUNDO
23-Jun-2011
 
Cinzas cobrem pastos e lagos e fazem com que animais morram de fome e sede

Francisco Ramos Mejia/20.06.2011/AFP
Segundo autoridades, cerca de 50 mil animais ainda correm risco de morte no sul da Argentina - foto: Francisco Ramos Mejia/20.06.2011/AFP
Segundo autoridades, cerca de 50 mil animais ainda correm risco de morte no sul da Argentina

Cerca de 500 mil ovelhas morreram por causa das cinzas do vulcão Puyehue na Província de Chubut, no sul da Argentina, confirmaram autoridades locais nesta quarta-feira (22).

Além disso, aproximadamente 50 mil dos 600 mil animais que sobreviveram à erupção correm “risco de morrer”, disse em entrevista às rádios locais o chefe do gabinete do governo de Chubut, Pablo Korn.

Korn lamentou que a província ainda não tenha recebido a ajuda prometida pelas autoridades argentinas. Segundo ele, apenas 50 mil máscaras de proteção foram enviadas para a população. De acordo com o presidente da Federação de Sociedades Rurais de Chubut, Ernesto Siguero, os pequenos produtores receberam “somente uma forragem para seus animais”.

Animais morrem de fome e de sede

O acúmulo de cinzas vulcânicas nas águas e nos pastos da região faz com que os animais morram de fome e sede.

Segundo o secretário de Emergência e Desastre Agropecuário do Ministério da Agricultura e Pecuária, Haroldo Lebed, em Río Negro as cinzas ameaçam um rebanho de até 600 mil cabeças de ovelhas que são propriedade de 3.000 produtores da região.
- Há 300 mil cabeças de gado que estão em um grau importante de risco. Os animais comem pasto com cinzas, quebram os dentes e se intoxicam.

Região foi declarada “zona de desastre”

A nuvem de cinzas lançadas pelo vulcão chileno, que entrou em atividade no início de junho, obrigou as autoridades a declararem “zona de desastre” nas Províncias de Chubut, Río Negro, Neuquén, na Patagônia argentina.

De acordo com o secretário, a situação mais grave é em Engenheiro Jacobacci, em Río Negro, “que ficou coberta por areia vulcânica” - mais grossa e pesada do que as cinzas.

Na segunda-feira (13) passada, milhares de habitantes de Bariloche, o maior centro de turismo invernal da Argentina, saíram às ruas para retirar grossas camadas de cinzas lançadas pelo complexo vulcânico chileno.

Fontes do Serviço Meteorológico da Argentina informaram nesta quarta-feira que o Puyehue começou a expulsar lava enquanto as nuvens de cinzas voltaram a ser impulsionadas pelo vento em direção ao país.

Os voos comerciais entre Buenos Aires e algumas cidades do sul do país, suspensos no início de mês, começaram a ser retomados nesta quarta-feira e devem ser restabelecidas nesta quinta-feira (23).

 

http://noticias.r7.com/internacional/noticias/vulcao-chileno-causa-a-morte-de-500-mil-ovelhas-na-argentina-20110622.html

 
< Anterior   Próximo >

Gostou? Compartilhe em sua rede social.

Escolha o Idioma

Veja também

Nossas Lutas
Aconteceu
Utilidade
Direito Animal
Cyberativismo
Textos
Fatos Reais
Websites e Blogs
Curiosidades
Galeria

Anunciantes

J_Adore_Mes_Amis_Le_Bidou
 
 
Roberto Roperto - Pizzas Vegetarianas
Nova pagina 1

Mantenha-se atualizado

Escolha como deseja se comunicar conosco ou receber as nossas notícias e informações. Estamos no Facebook, pode ser também pelo RSS FEED clicando ao lado direito, pelo TWITTER, no nosso BLOG ou então pelo nosso Grupo no YAHOO. Quer assistir alguns vídeos interessantes, acesse o nosso Canal no YouTube. Não será por falta de opções que você ficará desinformado. Não é mesmo?

Direitos Reservados - Tribuna Animal