A A A
Cuidado! Chocolate pode ser veneno para o pet PDF Imprimir E-mail
Utilidade - Saude
30-Mar-2013
 
O consumo do doce pode provocar intoxicações sérias nos animais de estimação e pode levar a morte

AGÊNCIA BOM DIA
Você pode achar bonitinho e inofensivo dar um pedacinho de chocolate para o seu cãozinho neste domingo de Páscoa, mas pare, leia e reflita sobre isso. O consumo de chocolate por cães pode provocar quadros de intoxicação com sintomas que variam de agitação, diarreia, vômito, hemorragia intestinal e, em casos mais graves, estado de coma ou até mesmo a morte. É o que alertam os veterinários. “É comum ver pets ingerindo chocolate, seja oferecido pelos donos, que não resistem aos apelos do mascote, ou quando roubam pedaços da sobremesa que está acessível. Mas isso traz risco graves à saúde do animal e evitar o problema é a melhor recomendação”, alerta o diretor clínico do Grupo Pet Care de Hospitais Veterinários, Marcelo Quinzani.

Entre os alimentos tóxicos para os animais de estimação, o chocolate é um dos maiores vilões, segundo explica a médica veterinária Keila Regina de Godoy, da PremieR pet.

O fígado dos pets não metaboliza direito uma substância presente no chocolate, chamada teobromina, que está relacionada com o teor de gordura do chocolate. Quanto menos gordura, mais teobromina a guloseima contém, o que significa que quanto mais amargo e escuro o chocolate, mais tóxico ao animal ele é.

A substância age intensamente no organismo, podendo provocar o aumento de contrações musculares, excitação nervosa, micção em excesso, elevação da temperatura corporal, respiração acelerada, taquicardia, vômitos e diarreias.

A dose tóxica de teobromina e cafeína para cães é em torno de 20 a 60 mg por kg de peso e a dose letal situa-se entre 100 e 200 mg por kg de peso. “Se um cão de 2,2 kg de peso ingerir uma dose de 113,4 gramas de chocolate ao leite, essa quantidade já é tóxica”, exemplifica. “Já se esse mesmo animal comer 12,9 gramas de chocolate amargo essa também será uma dose tóxica devido a variação na quantidade de teobromina”. O tamanho do cão também influencia na intoxicação, mais comum em animais de pequeno porte, pois há maior quantidade de chocolate disponível em relação ao seu peso corporal. “É mais comum também em filhotes, pois sua curiosidade natural faz com que ingiram grandes quantidades de alimentos estranhos”, avisa Marcelo Quinzani.

Portanto, a dica para esta Páscoa é não deixar ovos e bombons em locais de fácil acesso a cães e gatos e cuidar para que a criançada não ofereça a guloseima. Em caso de ingestão acidental, leve-os ao médico veterinário.

Keila Regina reforça o alerta em relação aos filhotes. A veterinária esclarece que a intoxicação por teobromina geralmente ocorre em animais pequenos e jovens, por serem menos seletivos e devido à quantidade de toxina em relação ao peso.

Portanto, a dica para esta Páscoa é não deixar ovos e bombons em locais de fácil acesso a cães e gatos e cuidar para que a criançada não ofereça a guloseima. Em caso de ingestão acidental, leve-os ao médico veterinário.

Mercado oferece petiscos de Páscoa específicos e seguros para os pets

Em um dos maiores centros de produtos pets do Brasil, a Pet Center Marginal é possível encontrar uma linha diversificada de produtos para que o seu pet possa comemorar a data, como alternativa.

Na Páscoa, muitas famílias procuram agradar seus cães oferecendo a eles parte dos ovos e bombons que ganham em função da data. São bombons e ovos de Páscoa feitos especialmente para os cães. “O segredo dos chocolates caninos é que eles não contêm açúcar e nem cacau. Assim, esse tipo de alimento fica livre da teobromina e também não engorda o cão”, explica a veterinária Valéria Pires Correa, diretora técnica do Grupo Pet Center Marginal. “Ovos de Páscoa caninos também podem ser consumidos por pessoas. Por isso, não fazem mal, caso sejam ingeridos acidentalmente por crianças, por exemplo”, completa.

Entre os produtos, há por lá, por exemplo, ovos caninos da marca Chocodogs de 50g por R$ 9,90 e também petiscos de chocolate branco ou crocante da marca Vip Dog, a partir de R$ 3,90 a unidade.

A loja onlinePetLove lançou este ano a campanha Love Páscoa com produtos temáticos como bombons, ovos de páscoa, bolos e ossinhos de chocolate, próprios para animais de estimação. “Na Páscoa, é muito comum trocarmos lembranças que, quase sempre, são doces ou chocolates. Os produtos ofertados pelo PetLove são excelentes opções para as pessoas presentearem seus pets com algo que marque a data, sem fazer mal a saúde e bem-estar deles, que cada vez mais são membros da família”, comenta Marcio Waldman, CEO da PetLove.

Segundo Waldman, médico veterinário e fundador da empresa, chocolate sem cacau é o único que pode ser dado aos pets com segurança. Para saber quais são, acesse: www.petlove.com.br/promocoes/pascoa .
 
 

 
< Anterior   Próximo >

Gostou? Compartilhe em sua rede social.

Escolha o Idioma

Veja também

Nossas Lutas
Aconteceu
Utilidade
Direito Animal
Cyberativismo
Textos
Fatos Reais
Websites e Blogs
Curiosidades
Galeria

Anunciantes

J_Adore_Mes_Amis_Le_Bidou
 
 
Roberto Roperto - Pizzas Vegetarianas
Nova pagina 1

Mantenha-se atualizado

Escolha como deseja se comunicar conosco ou receber as nossas notícias e informações. Estamos no Facebook, pode ser também pelo RSS FEED clicando ao lado direito, pelo TWITTER, no nosso BLOG ou então pelo nosso Grupo no YAHOO. Quer assistir alguns vídeos interessantes, acesse o nosso Canal no YouTube. Não será por falta de opções que você ficará desinformado. Não é mesmo?

Direitos Reservados - Tribuna Animal