Pinguins são devolvidos ao mar após temporada de tratamento em Guarujá
Noticias - ANIMAIS - BRASIL
24-Set-2015
 
Animais foram soltos no Parque Estadual Marinho da Laje de Santos.
Instituto realizou a segunda maior soltura de pinguins.


Do G1 Santos

Pinguins de Magalhães passaram por temporada de tratamento (Foto: Divulgação/Prefeitura de Guarujá)


Os 21 pinguins da espécie Spheniscus Magellanicus, conhecido como Pinguim de Magalhães, que estavam recebendo tratamento em Guarujá, no litoral de São Paulo, foram devolvidos à natureza nesta terça-feira (22) pela equipe do Centro de Recepção e Triagem de Animais Marinhos (Cetas) e o Grupo de Resgate e Reabilitação de Animais Marinhos (Gremar).

Animais foram soltos próximo a Costa para voltar ao local de origem (Foto: Divulgação/Prefeitura do Guarujá)
Animais foram soltos próximo a Costa para voltar ao local de origem (Foto: Divulgação/Prefeitura do Guarujá)
Os animais foram soltos próximo ao Parque Estadual Marinho da Laje de Santos, a cerca de 50 quilômetros da Costa. A ação contou com o apoio da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), que forneceu lanchas para que a soltura fosse realizada em um local adequado, onde as correntes marítimas ajudam os pássaros a voltar ao seu local de origem.

Essa foi a segunda maior soltura de pinguins realizada pelo instituto. A primeira foi em 2010, quando 35 deles foram soltos. Desde o inicio de junho deste ano, dezenas de pinguins, vivos e mortos, foram resgatados em todo o Litoral Sul de São Paulo e levados para o Cetas.

Neste ano, aproximadamente 180 aves chegaram para tratamento, entre elas cerca de 140 pinguins e 80 desses ainda vivos. Ao todo, 43 foram soltos na natureza. Outras oito tartarugas conseguiram ser liberadas à natureza, das quais 19 que receberam tratamento no Cetas Marinho neste ano. Somente no ano passado, o Cetas recebeu 350 animais, entre vivos e mortos. Foram 46 mamíferos e aproximadamente 150 aves e 150 tartarugas. O índice de recuperação ficou entre 25 e 30%.


Ação ajuda pássaros a voltar ao seu local de origem (Foto: Divulgação / Prefeitura do Guarujá)