Justiça determina fechamento do zoológico do Parque das Hortênsias em Taboão da Serra - SP
Noticias - ANIMAIS - BRASIL
11-Ago-2016
 
Inaugurado em 14 de fevereiro de 1978, pelo então prefeito Armando Andrade, o Parque das Hortênsias sempre foi considerado a maior atração de Taboão da Serra. E o zoológico, que na década de 80 chegou a figurar entre os 10 mais importantes do Estado de São Paulo, chega a um fim em 2016.

A decisão de fechar o zoo partiu do Ministério Público de São Paulo que determinou a remoção de todos os animais, principalmente devido os antigos e inapropriados recintos que abrigavam aves, mamíferos, repteis e felinos. Desde março deste ano a prefeitura de Taboão da Serra já cumpre a ordem e os animais foram transferidos para outros zoológicos e santuários.


Parque das Hortênsias terá atividades voltadas para a educação; animais já foram transferidos


O vice-prefeito, Laércio Lopes, que é o responsável pelas tratativas com o Ministério Público disse que a prefeitura já tem um novo projeto para o Parque, mas ele não contempla animais. Portanto, o fim do zoológico é fato consumado. A pressão de entidades ligadas a defesa da causa animal também pesou para que a prefeitura decretasse o fim das atividades do zoo.

No ofício do MP, assinado pela promotora Vânia Tuglio ordena que a prefeitura cumpra as recomendações impostas pela Secretaria de Meio Ambiente, que negou autorização para o manejo dos animais, o que inviabiliza tecnicamente a continuação do zoo. “Há anos, desde 2011, o órgão ambiental vem exigindo a adequação e a regularização por parte do zoológico [...] encontran-se pendentes diversas solicitações feitas pela SMA, evidenciando a falta de perspectivas de melhoras no empreendimento”.

Segundo Laércio Lopes, a prefeitura já transferiu 95% dos animais e aguarda que o Departamento de Fauna (Defau) indique o local par aonde serão transferidas as poucas araras que ainda estão no parque. “Estamos cumprindo a decisão da justiça, agora temos que pensar em uma nova destinação para o espaço”.

O prefeito Fernando Fernandes já declarou que pretende construir no local uma escola de educação ambiental, mas o projeto ainda é um sonho. “Agora com a retirada dos animais fica mais fácil conseguir as autorizações ambientais para a construção da escola, temos o projeto pronto, é ligado a secretaria d educação, será muito importante para nossa cidade essa escola”, lembra Lopes.

Outra perspectiva é construir no local uma escola infantil de trânsito. “Esse é um estudo, já temos uma empresa que se dispôs a patrocinar o projeto. Queremos dar um uso mais educacional e de lazer para o Parque das Hortênsias, isso vai democratizar o uso do espaço”, acredita o vice-prefeito. 
http://www.otaboanense.com.br/noticia/20641/justica%20determina%20fechamento%20do%20zoologico%20do%20parque%20das%20hortensias